Mostrando postagens com marcador artesanato. Mostrar todas as postagens

Apostila gratuita com dicas de pontos e técnicas de bordados em pedraria





PARA BAIXAR CLIQUE EM DOWNLOAD


Um pouco do conteudo  da apostila

DICAS DE PONTOS E BORDADOS EM PEDRARIA



Tipos de pedrarias:
Existem dois tipos de pedras: as comuns e as regulares (JABLONEX). 
As pedras comuns são bem irregulares e nem todas passam pela agulha. As pedras Jablonex são bastante regulares; facilitam e deixam o trabalho mais bonito.
Geralmente são encontradas em lojas especializadas em acessórios para bijuteria.

Pedras básicas: miçanga, miçangão, vidrilho e canutilho. Elas podem ser de dois tipos:
       Pedras comuns – observar a qualidade antes de comprar, pois costumam ser bastante irregulares;
       Pedras Jablonex – bastante regulares, mais fáceis de trabalhar, deixam o bordado mais bonito.



Como escolher as cores das pedras:
A escolha das cores está relacionada aos itens:
- estilo e cor da roupa; do risco; em qual ocasião será usada; do efeito que se pretende obter e do gosto de cada um.
Para facilitar na decisão: pegue a roupa que deseja bordar e transfira o risco, em seguida, coloque várias cores de pedras sobre a roupa e dentro do risco. Observe o efeito que causam e faça então, a sua escolha.
Obs.: a colocação das pedras dentro do risco é importante pois proporciona uma noção do resultado final do bordado.



Como escolher os pontos dos riscos:
A escolha dos pontos também está relacionada aos itens citados na “escolha das cores das pedras”, e também, ao tipo de tecido escolhido:
       para um efeito mais delicado, pode optar pelo ponto salteado, utilizando vidrilhos;
       para bordados mais carregados, pode optar pelo contorno do desenho com ponto reto, preenchendo-o com os pontos salpicado ou escama de peixe (a mistura de pontos enriquece o bordado).
A escolha dos pontos causa diferentes efeitos: utilizando o mesmo risco em várias roupas, mas bordando-as com pontos diferentes, o resultado será tão diversificado que não parecerá ser o mesmo risco. Experimente!





Como transferir os riscos para as roupas:
Copie o risco para um papel de seda e escolha uma das opções:
       Coloque dentro da roupa uma placa de eucatex ou semelhante(para facilitar); coloque o carbono para costura sobre a roupa e depois o risco. Prenda com alfinete e reforce o risco com lápis preto. Faça um teste antes de usar o carbono, pois algumas marcas/cores não estão apagando depois da lavagem;
       Coloque o papel de seda sobre a roupa; prenda com alguns alfinetes e alinhave todo o risco na roupa, sobre o papel. Rasgue o papel de seda com cuidado e borde sobre o alinhavo;
Prenda o papel de seda sobre a roupa com alfinetes e com um Lápis Giz (para costura) pontilhe todo o desenho perfurando o papel. Para facilitar molhe a ponta do lápis. Retire o papel e reforce o risco.

Para bordar com pedrarias utilizar a linha na mesma cor do tecido.
Nossos exemplos trazem linhas coloridas apenas para facilitar a visualização e o aprendizado.

Tipos de linhas:
1.    Linha de nylon incolor (própria para costura):
o    Vantagem: é invisível, por isso serve para qualquer cor de tecido.
o    Desvantagens: não pode ser passada com ferro quente. Embaraça bastante. o Dicas os arremates devem ser feitos e escondidos pelo lado direito da roupa, pois a ponta da linha pode incomodar sobre a pele.
2.    Linhas para costura:
o    É importante trabalhar com linha de qualidade. Existem algumas marcas que são muito frágeis e se partem com muita facilidade. A linha da marca Corrente é recomendável. Essa marca possui dois tipos:
Corrente Drima e Corrente Laranja. Essa última é mais durável.
o    Vantagem: pode ser passada com ferro quente. o            Dica: trabalhar sempre com linha dupla.
3.    Linha 100% polyamida:
o    Existem algumas marcas, porém a mais indicada, pois embaraça menos, é a marca: Linhanyl nº 60. Pode ser encontrada em lojas que vendem acessórios para bijuterias ou artefatos para couro (é utilizada para costurar couro).
o    Vantagem: é uma linha altamente resistente.  
o    Desvantagem: não pode ser passada com ferro quente.
o    Dicas: pode trabalhar com apenas um fio. Fazer acabamento reforçado, pois ela desfaz o nó com facilidade.




Passos para dar o nó



1)  Passar a linha na agulha, segurar a agulha juntamente com a ponta da linha.

2)  Dar três voltas com a linha, na agulha.

3)  Segurar as voltas com bastante firmeza e puxá-las até o fim da linha.
            

4)  Cortar o excesso de linha, após o nó.


Você  controlar o tamanho do nó pela quantidade de voltas que dá na agulha: para conseguir um nó maior dê mais de três voltas.
Esse procedimento permite que seu avesso fique regular, pois seus nozinhos ficarão todos do mesmo tamanho.




Dicas Diversas



-  Para contornos você poderá colocar miçangas de três em três (se elas forem muito pequenas, de quatro em quatro)
-  Borde com ponto enviesado, tipo ponto atrás
-  Use sempre dois fios de linha na agulha
-  Use linha resistente e agulha fina
-  Para preencher espaços, preencha com miçangas colocadas de duas em duas na agulha
-  Para miolinhos de flores (ou similares), aplique miçanga no meio e uma correntinha de duas em duas em volta
-  Cuidado ao passar o risco para o tecido. É importante não errar para não deixar marcas do carbono no tecido.
-  Procure em lojas especializadas a caneta Uchida (Marvy Fabric Marker). Com ela o risco passado para o tecido desaparece após alguns dias.
-  Para copiar o molde procure desenhá-lo no lugar certo.
-  Se você quiser mais sutileza em suas peças utilize miçangas foscas.
-As bainhas das peças poderão ser incrementadas com franjinhas de miçangas, que vão dar um charme extra em suas peças.
-  Para uma aplicação mais firme das miçangas, dê duas voltas com a linha.








Iniciando o bordado



.







Ponto Haste Simples e Ponto Haste Duplo

 muito usado no Bordado a pedraria. Com esse ponto, pode-se fazer o ponto torçaide simples e duplo.

 
Trabalhe da esquerda para a direita fazendo pontos levemente inclinados, regulares, ao longo da linha do desenho. O fio sai sempre à esquerda do ponto anterior. Esse ponto é usado para hastes de flores, contornos, etc. Pode também ser usado como uma cobertura; carreiras de Ponto de Haste feitas bem juntas dentro de um desenho até cobrí-lo completamente.

Dá-se um ponto da esquerda para direita pegando dois oi três fios do tecido e saindo com a agulha no fim do ponto anterior, segurando a linha sempre virada para baixo. Para fazer o ponto de haste mais grosso, ou ponto de haste duplo, dá-se o mesmo ponto acima indicado, pegando, porém, um pouco mais de tecido (cinco ou seis fios) e saindo com a agulha na metade do ponto anterior. Na figura abaixo, o primeiro ponto é o simples e o segundo o duplo.




Créditos: Cláudia Zak

Customização: Bolsa de perna de calça jeans, aprenda fazer a modelagem e faça a sua


Essa bolsa é super fácil de fazer:
Você vai precisar de 
1  perna de calça 35cm x 35cm
uma tira de tecido estampado para o babado e alças
bolsos da própria calça jeans
Como fazer:
primeiro corte os dois quadrador de 35cm
Faça uma pequena dobra  de 5 cm nas laterais da bolsa para ficar arredondada, como a imagem
Depois corte uma tira de 20cm  de largura e 70cm de comprimento, dobre ao meio e  passe
Faça os babados antes de costurar na bolsa
Se quiser fixe alguns ilhoses
Pregue os bolsos
Feche a bolsa
Prepare as alças: corte 6 tiras de 1m com 30 cm d largura, dobre cada uma delas e costure
Depois pegue 3 delas e trance. Faça a  mesma coisa com a outra
Pregue as alças na bolsa





Co




Aprendendo a usar o “vivo de cordão ”COMO FAZER VIVO (OU PIPING TAPE) em almofadas, bolsas. necessaires ou no que sua imaginação criar





















Aprendendo a usar o “vivo”

Existem cordões prontos como este, 

mas você também pode fazer
Material necessário:- fita de viés e cordão de algodão (tanto uma coisa como outra, existem em diversas larguras e grossuras. É escolherem o que melhor se adapta ao que pretendem)




O "vivo" é um acabamento utillizado em vestuário, decoração ou mesmo acessórios. A proposta dele é dar estrutura em peças armadas, como bolsas e malas ou acabamentos em roupas e almofadas. Aqui vamos apresentar o pé calcador para vivo, ele auxilia na costura e deixa o acabamento perfeito.





Para montar o vivo, vamos precisar de uma tira de tecido de algodão de, em média 5 cm de largura (e o comprimento que você for precisar) e um cordão. Aqui usamos cordão de nylon, mas se for para roupas, use o barbante de algodão fininho.





Posicione o cordão dentro do tecido e dobre ao meio. O pé calcador tem um espaço próprio para encaixar o cordão. Você vai costurar ao lado. Depois de costurar toda a extensão, corte o excesso de tecido, deixando um cm de margem para costurarmos-o na peça.





Agora é hora de costurar o vivo no seu projeto. Aqui usaremos o tecido vermelho como exemplo, mas imagine que ele seja o tecido de uma peça final. O vivo terá que ser encaixado dentro dos dois lados do tecido, mantendo os lados direitos todos juntos, ou seja: direito dos tecidos + direito do vivo. Parece confuso? Se sentir dificuldade, alfinete antes para conferir se os tecidos estão encaixados e depois costure.





Pronto, aqui é o resultado do vivo aplicado:



Dica Agulha de Ouro Ateliê: O segredo para ele ficar bonito é costurar bem pertinho do cordão sem amassá-lo e sem pegar a costura nele.A costura ra tem que deixar ele "justo", sem sobra para ele se mexer, se fizer assim, ele fica bem bonito e durinho para o lado de fora. E a almofada tem que ficar bem cheia, compactada, por igual...
Abaixo dois vídeos que explicam bem :





Créditos: No mundo das Tatas




créditos: Patricia Cardoso


Créditos: cantinho dos Hobbies/ singer/ Patricia Cardoso ?N mundo das Tatas/ Hey there home

Molde gratuito de necessaire leãozinho




Salve no seu computador e imprima:



créditos na imagem

Customização : deixe sua regata mais bonita bordando com nó francês em vídeo

camisa bordada com nó francês


Você vai precisar de agulha de bordar e lã ou fios de bordar (lã, ou fios de fantasia) 

Técnico francês bordado nó
camisa bordada com nó (detalhe)
Aqui são dois outros exemplos.
detalhe com Francês nó bordados
Francês bordados nó
Espero que goste.Neste vídeo você pode ver esta técnica utilizada com diferentes tipos de fios e com um, dois ou três voltas de fio, para que você possa escolher de acordo com o resultado que você deseja obter.

créditos:neddle-crafts

Molde gratuito de maleta escolar (porta lápis e caderno) com pap



Materiais:
+ ou -50cm de tecido estampado
+ ou - 50cm de tecido liso
velcro
1 zíper de 45cm ou 50cm
linha
alinetes


sPARA BAIXAR CLIQUE EM DOWNLOAD




Créditos: Nap-Time Creations

Artesanato com Caixas de Leite –Carteiras Passo a Passo em vídeo


carteira caixa de leite2carteira caixa de leite1




Untitled-1









Créditos: Revista Artesanato

FAÇA GRACIOSOS CHAVEIROS, PORTA COPOS OU PANELAS OU O QUE A SUA IMAGINAÇÃO CRIAR COM SOBRAS DE TECIDO. . . MOLDE GRATUITO DA FOLHA

Chaveiros folhas:








✂DIY Lixeira plastificada , prática e fácil de fazer ✂

XEspresso Grade


1º passo
Corte 2 retângulos de tecido , de 20/30 cm e a mesma medida de plástico da sua preferência
2º passo
Corte 2 retângulos de 20/30 cm de plástico 
3º passo
Costure pelo avesso fundo e laterais, pregue a alça já dobrada e com o passante, cole o plástico pelo lado de dentro, coloque os botões de pressão.



Bolsinha de moedas de patchwork

retalhos:
http://www.handmadiya.com/2015/12/patchwork-purse-pouch.html

Cesta de aviamentos com cordão e retalhos de fita


















Para começar, cortar uma margem mais curta de uma tira de tecido em um ângulo de 45 graus. Dobrá-lo para baixo sobre o fim do varal e cuidadosamente envolvê-la em torno do varal algumas vezes.Mesmo que seja um pouco confuso, você não vai notar sobre o produto final.













Coloque a extremidade sob o pé da sua máquina.Coloque a agulha para baixo, usando a máquina para segurar o varal no lugar. Enrole o tecido em torno do varal sentido anti-horário, dobrando a tira de tecido um pouco para que a embalagem não fica muito amontoados.Enrole em qualquer lugar de 12 a 18 polegadas de varal, então use um grampo da pasta para armazenar o fim no lugar.












Em seguida, dobrar cerca de 1 polegada da extremidade enrolada para baixo à esquerda do comprimento do varal. Coloque a dobra sob o pé de sua máquina de costura, como mostrado. Usando um ponto em ziguezague, costurar para baixo da dobra.


Quando você está perto do fim do vezes, colocar a agulha para baixo, levante o pé, e gire o seu trabalho, transformando o final dobrado para a esquerda.Colocar o pé no chão novamente, segure o varal envolveu perto de seu trabalho, e costurar a próxima parte do varal para a peça. Continue a girar o trabalho, enrolando e costura mais varal como você ir para formar uma base para a sua tigela.


Quando você está cerca de 4 polegadas a partir do final do seu varal enrolada, pare costurar com a agulha para baixo (para manter o trabalho no local).Remover o grampo da pasta, e enrolar o resto do varal com o tecido restante da tira de corrente. Continue costurando a bobina.







Cerca de 4 polegadas antes do final do envoltório varal e tecido, parar de costurar com a agulha para baixo.Corte a extremidade da tela em um ângulo de 45 graus, como mostrado, em seguida, corte uma segunda tira de tecido em um ângulo de 45 graus inversa. Inseri-lo debaixo da tira de tecido no varal, segurá-la no lugar, e começar a embalar o varal com a segunda faixa.




Continue a costurar, enrole, e adicionar novas tiras de tecido, se necessário. Faça uma base de pelo menos 3 polegadas de diâmetro, se você quiser fazer uma grande tigela; Desta forma, você ainda será capaz de ajustar a taça sob a sua máquina como você adicionar a altura.
































Pressionar a extremidade sob a borda da tigela como mostrado, para que o ponto final não será tão óbvia. Costure ao longo do fim, pesponto e retire a tigela da sua máquina. Corte o excesso de tecido a partir do final envolvido, e está feito!












Use sua bacia de tecido para armazenar noções, botões, jóias, ou outros pequenos berloques.